Páginas

quinta-feira, 9 de abril de 2015

Revolução

Não me dê liberdade,
não se preocupe com minhas garantias porque não saberei usá-las de qualquer maneira. Para mim serão apenas valores pragmáticos que não sustentam qualquer vazio que possa existir em mim. Ela é apenas como essas palavras que coloco de forma aleatória apenas para parecer existe um pouco de compreensão em mim.

Não me dê igualdade,
não despe toda sua visão de mundo como se eu merecesse qualquer satisfação ou como se eu fizesse parte de uma sociedade que exige a transparência. Não despes-te para mim, não sei o que eu posso fazer com tamanha clareza e confiança, mas provavelmente não te tratarei com igual consideração.

Não me dê fraternidade,
Deixe-me pensar que não mereço, pois assim, não afagarei os sentimentos que poderiam desenvolver. Seria capaz de interromper um eterno policiamento de morais. Transformaria a utópica imortalidade em poucas horas. Removendo apenas a utopia com doses de realidade.

Não quero impedir minhas próprias conquistas nem idealizar a ideia do escapismo mais uma vez. Transformar de forma rápida e violenta, sem se importar em ser sangrento. Não quero negar essa vida, só não queria ter que aguentar esse momento. Só.

2 Comentários:

Uouo Uo disse...


thank you

سعودي اوتو

Uouo Uo disse...

thx

كشف تسربات المياة
غسيل خزانات
شركة نظافة عامة


Postar um comentário

Pelo menos leia o texto e evite escrever merda!
Eu não me importo que coloque o link de seu blog, só não aceito que se resuma a isso!

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails