Páginas

terça-feira, 24 de dezembro de 2013

O Silêncio das Palavras

Hoje, palavra sagrada.
É uma tentativa de transformar em perfeição, de realizar desejos e arrancar sorriso. 
Contextualizado em um mundo que já não me repulsa, em uma tristeza que já não me atinge e em uma dor que morreu com o ontem.

Porque hoje eu sei que eu sou o próprio causador da minha insônia. Porque minha litost é apenas o princípio da superação.
Porque eu acredito em Deus, provavelmente não o mesmo que você, mas eu acredito. 
E mesmo que isso custe algumas vidas, mesmo que isso custe a minha vida: Hoje é o melhor dia da minha vida, porque é nele que eu estou vivo.
Realmente ficar sozinho é uma merda de vez em quando. Mas tenho que aproveitar enquanto ele dura, sem relógios, agendas, diários e calendários, apenas o silêncio das palavras.

Aproveitando que hoje somos marionetes guiadas pelo vento e pelos vestígios de luz, que nos levarão somente até amanhã. E amanhã já é outro dia, talvez até outro ano...sob a mesma vida.
 


"He laughed under his breath
Because you thought that you could outrun sorrow"


Feliz 2014!

0 Comentários:

Postar um comentário

Pelo menos leia o texto e evite escrever merda!
Eu não me importo que coloque o link de seu blog, só não aceito que se resuma a isso!

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails