Páginas

quinta-feira, 1 de agosto de 2013

Na Fumaça

O que você tem para me dizer?

Posso estar apenas inventando desculpas para justificar o que não se passa de uma vida em negação, já aceitei essa condição.
Construindo pontes quebradas e lutando por causas que nem acredito, me importando o que não devia e priorizado o que não me realiza.
Sei que simplesmente estou me escondendo atrás de uma fumaça formada pela porta do meu quarto contemplando as luas novas e as constelações que não enxergo.
Pelo menos nessa inércia descobri que não dou a menor importância para coisas materiais, vida alheia ou tecnologias, as artes em sua aparente essência já me bastam. Reclamo muito de preconceito, mas eu mesmo já julguei várias pessoas muitas vezes como inferiores e foram essas que me ensinaram muito sobre virtude, estavam me aturando enquanto eu pensava que elas nada poderiam me acrescentar. Com essas mesmas pessoas soube identificar onde há um ciclo de valores e um ciclo de conveniência, que onde parece estar tudo como um sonho, não passa de transferência de culpa. Mas se eu vivo na minha própria fumaça, deixe cada um com a sua, vamos ver quem irá se sufocar primeiro.

Ao som de Edge of Turn.

3 Comentários:

Rodrigo disse...

Olá Diogo super legal seu blog com ótimo conteúdo gostaria de lhe dar os parabéns e desejar sucesso aqui no seu espaço e que DEUS ilumine seus caminhos ricamente e abundantemente sua vida e a de seus familiares
Um grande abraço

Diogo Figueiredo disse...

Obrigado pelos elogios Rodrigo, volte sempre!

Menina Ciça disse...

Diogo, boa tarde!

Adorei sua escrita, de verdade!

Seu blog além de interessante, nos faz viajar...

Tenha um ótimo fds.

http://cecisouza.blogspot.com.br/

Postar um comentário

Pelo menos leia o texto e evite escrever merda!
Eu não me importo que coloque o link de seu blog, só não aceito que se resuma a isso!

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails