Páginas

quarta-feira, 12 de setembro de 2012

And Here We Go Again...

Ele sempre quis ser complexo, ter histórias divertidas para contar no futuro e sonhar sem estímulo para realizar. Tentava disfarçar o tanto que estava perdido, desregulava qualquer rotina pelo prazer da inovação, gostava de deixar um ponto de interrogação na cabeça de todos que estavam ao seu redor, quer dizer, não gostava, mas aprendeu a se acostumar com a falta de exatidão. Todos diziam ter um grande futuro, que era destinado a algo muito maior, mas ele sempre teve medo, já caira tantas vezes que o céu estava muito longe para alcançar. Tinha milhões de personagens em sua vida, vários roteiros de experiências nunca feitas, apenas para ela não sentir necessidade de construir utopias.
Ela gosava de mostrar uma personalidade complicada para esconder sua fragilidade, tinha orgulho de sua prepotência e tentava admirar o que havia em sua vida, isso às vezes a fazia desprezar a realidade dos demais. Sempre arrumando desculpas para se entender, embora, achasse que era completamente explicável, ela traz alegria e orgulho para todos que a conhecem em sua vida, mas muitos desistem de se entregar a ela por terem medo da inconstância que poderá ser essa relação. Apenas ele fez tudo para linear o que haviam construído.
Ele não sabia em que acreditar. Ela se recusa a não acreditar em si mesmo.
Ela não sabia se controlar. Ele se descontrava por controlar demais.
Para ele, um minuto é exato. Para ela, as horas não importavam.
Os dois se entendiam por olhar, se conciliavam sem precisar discutir e quanto mais tempo ficavam afastados, eles percebiam que seus navios queimados estavam mais seguros em cais instáveis. Era estranho essa sensação de sufoco, mas mantinha a alma de cada um em perfeito equilíbrio enquanto ocorria o caos diante de ambos os olhos.
Os dois sempre estiveram juntos para o mundo, mas nunca estiveram um para o outro...

1 Comentários:

Dalyla Carvalho disse...

Esse post ficou fantástico. Encerraste o texto com lindas e profundas palavras. Gostei demais mesmo... parece até que essa imagem foi tirada só pra este texto... rs
Tenha um bom dia, beeeijos
http://refugiopcional.blogspot.com.br/

Postar um comentário

Pelo menos leia o texto e evite escrever merda!
Eu não me importo que coloque o link de seu blog, só não aceito que se resuma a isso!

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails