Páginas

quinta-feira, 7 de junho de 2012

Séries para Passar o Tempo

Há um tempo indiquei cinco séries das mais variadas categorias, a britânica Misfits, as canceladas Gravity e Veronica Mars e as que estreiaram a última temporada e são minhas favoritas Damages e Fringe. Agora listarei outras cinco séries com um outro objetivo, passar o tempo. São séries que eu gosto muito e são curtas, não passam de 2 temporadas, e com excessão de uma, já foram finalizadas. Está sem fazer nada, quer ver algo sem compromisso, simplesmente para se distrair, segue a dica abaixo...

  Vou começar com a única que continua até hoje, Happy Endings, uma comédia que tinha tudo que pra dar errado, mas conseguiu se superar mostrando excelentes episódios e ótimos momentos de humor. Teve uma primeira temporada curta e instável devido ao descaso da emissora que exibiu os poucos episódios fora de ordem, a pesar disso, deu pra rir em algumas vezes, mas a série ainda estava perdida. Foi então que a inesperada renovação caiu como uma luva nas mãos de Happy Endings, que exibiu episódios extremamente engraçados, divertidos e até mesmo inteligentes, sabendo explorar cada personagem, desenvolvendo e amadurecendo o melhor de cada um. A premissa da série é bastante boba e clichê, uma noiva abandona seu noivo no altar e os dois possuíam amigos em comum, assim, fica a dúvida de como será a relação entre eles e como será esse grupo de amigos. As personagens, a princípio também não fugia muito dos padrões, são 6 (o número mágico das comédias), além dos noivos, tem um negro, um gay, uma encalhada e uma mandona, mas o roteiro foi tão bem escrito e os atores tem feito um ótimo trabalho que faz com que essa série seja única e imperdível. A terceira temporada estreia em Setembro desse ano na ABC, ainda dá tempo de ficar em dia!

Próxima é uma série da FOX que durou 2 temporadas de 13 capítulos, mas apesar de cancelada, ela possui um final redondinho com todas as perguntas respondidas. Dollhouse conta a história de uma companhia secreta que pega pessoas e retira suas memórias e atividades cerebrais e implanta qualquer outra de acordo com o desejo do cliente, pode ser uma lutadora, uma amante, uma médica... Essa série quebra os paradigmas do bem e do mal com pitadas de ação, romance e excelente atuação, além de fazer uma crítica sobre as consequências que o avanço tecnológico pode causar ao planeta. Os atores também são excelentes, Eliza Dushku fez um ótimo trabalho com a doll, Echo, que começou a desenvolver capacidades cerebrais capazes de resitir às tecnologias da companhia.
Já vou falando que a próxima é de humor negro, logo, sei que nem todos vão se interessar. É uma série britânica, ou seja, pouquíssimos capítulos e um hiatos de dois anos entre as duas temporadas.  Feita essas considerações, a série é completamente bizarra: Imagina juntar um milionário obcecado por bonecos de pelúcia, um palhaço ranzinza que não possui m ubraço, um anão com poderes telecinéticos, uma enfermeira que cria um boneco como se fosse seu filho de verdade e um deficiente mental que acha que é um serial killer?
 Psychoville fez isso e não é que deu certo! Cada episódio a situação fica mais criativa e louca, os primeiros capítulos é de achar a série legal, mas sem fazer nenhuma aposta, inclusive achei que a série não ia dar em nada porque parecia que a intenção era simplesmente tacar um tanto de louco sem se preocupar com a lógica e a coerência. Quando vi o Season Finale, a única coisa que pensei foi "e não é que essa merda fez sentido". Dois anos depois, eu nem lembrava mais da existência da série, mas resolvi assistir e comecei com o mesmo pensamento da primeira, mas no segundo capítulo já vi que a premissa era muito mais elaborada que a a temporada anterior e quando achei que não tinha mais loucura pra inventar, ela estava apenas começando. Suas duas temporadas ganharam prêmio e quem gosta de humor negro e de coisas bizarras tem a obrigação de ver...
Agora vai pra quem gosta de terror e mistério, algo raro no mundo das series (pelo menos na TV Aberta). 
Com apenas 13 capítulos, Harper's Island reuniu um tanto de amigos e familiares para um casamento numa ilha onde ocorrera uma série de assassinatos e tratou de matar "one by one". Cada episódio morria alguém do elenco até que o assassino se revelara no último capítulo. Foram feitas várias referências aos filmes clássicos de terror e a série soube surpreender na medida do possível, eu, que já vi todos os filme de terror, demorei a adivinhar quem era o responsável pela matança.

Para finalizar mais um série britânica e agora teen, em uma série desse gênero sempre tem os populares e os nerds excluídos, mas não é só disso que é formado um high school e são exatamente nos estudantes entre essas duas classes que The Inbetweeners foca. A série foi um sucesso, sendo a mais assistida da sua emissora, que por sinal, é a mesma dos sucessos aqui no Brasil, Skins e Misfits, e assim como essas duas, a série não tem a menor preocupação com pudor, mas a diferença é que  enquanto essas focam em drama e ficção com doses de humor, respectivamente, The Inbetweeners é exclusivamente cômica, mostrando como é a vida deles na família, o fiasco com as mulheres e o fracasso nas notas e nas tentativas de se tornar popular. São apenas 18 episódios curtos divididos em 3 temporadas e um filme também muito engraçado para finalizar a saga. Quem quer rir e se distrair, é uma boa pedida.

10 Comentários:

APOLLUS4 disse...

Bacana as dicas. Série eh uma coisa engraçada, quando vc gosta simplesmente vicia e é capaz de ficar pensando 24 horas nas situações e nos personagens criados. Uma pena que esses seriados não foram adiante, mas acredito que cumpriram seu papel no mundo do entretenimento.
Flw.

Caroline Luft disse...

Hoje mesmo estava procurando sugestões de séries para assistir e não tinha achado nenhuma, fiquei com vontade de assistir algumas dessas, parecem bem legais!
http://where-you-can-always-find-me.blogspot.com.br/

Guru do Metal disse...

não conheço essas séries

Fabinha disse...

Fiquei curiosa por Psychoville... Parece ser excelente! Gosto do gênero...

Carolina Lima disse...

Não conhecia nenhuma delas, mas curti a última, faz o tipo que costumo acompanhar. :D
http://oicarolina.wordpress.com/

Devaneios disse...

Cara, não conheço nenhuma dessas séries, mas sua resenha foi tão boa que estou muito curiosa!
Abraços e bom domingo.

(gostei muito da estrutura do blog, continue escrevendo!)

Arielly (: disse...

Quero ver Psichoville. Parece legal. -v-

ponntofinal.blogspot.com.br/

KGeo disse...

dessas que eu mais gosto é Happy endings

http://mundostreze.blogspot.com.br/

Dreds disse...

Boa as dicas, recomendo também How I Met you mother, Futurama e Fringe.. :)

palavras ao vento disse...

não conheço nenhuma serie ai...to por fora eu acho....rsrs...

Postar um comentário

Pelo menos leia o texto e evite escrever merda!
Eu não me importo que coloque o link de seu blog, só não aceito que se resuma a isso!

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails