Páginas

segunda-feira, 7 de março de 2011

Mar Aberto

Sufocando.
Perdendo os sentidos lentamente, deixe-me afogar.
Remorços vão até minha cabeça e eu só descendo.
A vida se perde e ninguém irá me salvar.
Nadei até perder o interesse pelo amanhã.
Sorrindo. Em silêncio e sem ar.
Transformei a vergonha em uma alegria pagã
Agora vou neste mergulho sem saber onde ele ira me levar.

36 Comentários:

Rubi disse...

Rimas ricas num texto tão breve como este, não é pra qualquer um.

Parabéns!

dinho-music disse...

lindoo poema

Macaco Pipi disse...

ESSE TÁ NO CAMINHO!!!

Karla Hack dos Santos disse...

Muito bonito e sincero.. gosto de versos assim!

;D

musicpris disse...

incrível pq 1vz quase me afoguei, e vc descreveu mt bem a sensação, mas eu confiei em deus e disse pra ele;
_Meu Deus do céu, eu ainda nem sei qual é a minha missão, eai como é fica?
foi qd parei de nadar contra a correnteza e me deixei levar sem medo, minha maior preocupação aql altura do campeonato era não engulir aguá, então pedi socorro, e nadei pro lado esquerdo ao encontro de um surfista q estava bem longe, tão tão distante, ele acenou pedindo calma, e eu nadei desesperadamente, minha maior preocupação era segurar na prancha e boiar, foi qd nos encontramos, eu me debatia tanto, ate perceber q havia nadado até um banco de areia e que o surfista ja estava em pé, foi qd corri pra areia ..foi qd "transformri a vergonha em alegria pagã" e rolei na areia rindo senti a areia, olhei pro mar.. percebi q jamais eu mergulharei de novo sem saber onde ele vai me levar.

Blog Particular de Leônidas disse...

com certeza você tem bom gosto com poemas, tô seguindo seu blog, segue lá o meu:
www.leonidasoficial.zip.net

Rart og Grotesk disse...

transformei a vergonha em alegria pagã.
Interessante o estilo do poema, gostei bastante!
bjos

http://artegrotesca.blogspot.com

bia santos disse...

Alegria pagã, assim como o último dia do feriado mais pagão do nosso calendário...

Cuidado para não se afogar nessa onda enorme...

Eric disse...

Tem futuro como escritor hein ...
parabéns amizade, sucesso.

http://futebol-emfoco.blogspot.com/

Natália Cabido disse...

Gostei da frase de abertura do blog e do poema. Belas palavras

http://admiradoresdehistorias.blogspot.com/

J.R. disse...

Adorei o texto!!! Achei super intenso e com sentimentos verdadeiros!!! Parabéns pelo blog. Abraço.

Rogerio disse...

belas palavras...um mergulho..pode nos fazer esquecer das coisas da superfície...

dinho-music disse...

Vc escreve muito bem, parabéns pelo blog.

Angus Cailleach , disse...

Alegria pagã. Foi o que mais me chamou atenção. Sou pagão, e tornar tudo em alegria é um ritual pessoal pra mim, quando tudo está dificil, imagine que está bom, seja feliz não importando as circunstâncias. Ótimo poema, ótimo blog.
Parabéns.
Angus Cailleach.

Colaborador Agite disse...

Oi Diego, tem uma promoção super bacana lá no Agite do livro "A Hospedeira"
Participe! http://t.co/bCCvOSO

Tati Candy disse...

nossa profundo o texto.... parabens

Italo Stauffenberg disse...

Interessante!

Ir sem saber para onde!

O melhor é ser assim mesmo. Totalmente dependente de certas circuntâncias.

Parabéns pelo blog!

http://manuscritoperdido.blogspot.com/

Moderadora disse...

Escreve bem,ja pensou e ir além de apenas blogs?Parabéns

Estou ajudando uma amiga na divulgação do blog, se puder comentar e seguir...Abraço
http://gihcamp.blogspot.com/

Paula disse...

F A N T Á S T I C O ! ! !
D+ seu texto.

Fernanda Amylice disse...

Gostei, embora curto, tem uma verdade e intensidade bem tocante. Muito bom.

Érikα Teixeirα disse...

Belo poema :)

Italo Stauffenberg disse...

vale a pena repetir: bonito poema.

http://manuscritoperdido.blogspot.com/

Gustavo Torres disse...

Meu, muito lindo esse ,poema, foi voce que escreveu? se foi, parabens, vc tem muuuito talento : D


http://iliketeenworld.blogspot.com/

O Outro Lado disse...

poucos tem o dom da palavra msm... vc tem...parabens pelo blog

www.blogoutrolado.com

diogo disse...

respondendo: sim, esse texto é meu e eu penso em ir além do blog sim

Pobre esponja disse...

Transformei a vergonha em uma alegria pagã: amei este verso.
Tenho feito isso há tempos, Diogo.

abç
Pobre Esponja

Talita xavier disse...

amey
Lindo poema !
Sucesso
http://thaa03.blogspot.com/

Nem disse...

A vida sempre depende só de nós e devemos sempre esperar tudo de nós, e não dos outros... Ótimo texto.

Eric disse...

Belo poema. É pra fazer pensar mesmo!
Parabens

http://futebol-emfoco.blogspot.com/

Habib Sarquis disse...

Tu tem talento. Poesia simples que encanta. Continue assim.

http://boomnaweb.blogspot.com/

Anônimo disse...

lindooo

Joao Vitor disse...

Nossa que talento . voc tem belo futuro !
to seguindo seu blog

segue o meu tbm
http://oosmanolos.blogspot.com/

enricows disse...

Tem selos para você no meu blog: http://enricows.blogspot.com/2011/03/template-e-selos.html
Abraço!

Games legais Aki disse...

Eu amei seu poema *-* você tem talento para fazer esses lindos poemas :) continue assim. Parabéns!

http://gameslegaisaki.blogspot.com/

diogo disse...

obrigado pelos selos enrico!!

ativista disse...

Eai Diogo,Da hora teu blog,parabéns
Seguindo certo,segue ai tbm.
http://hiphopactivistface.blogspot.com/
abçs

Postar um comentário

Pelo menos leia o texto e evite escrever merda!
Eu não me importo que coloque o link de seu blog, só não aceito que se resuma a isso!

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails