Páginas

domingo, 18 de julho de 2010

Paixão Assassina

Não costumo gostar de filmes biográficos, mas ao ver este filme, sem dúvida foi uma excessão. Não conta a história de um político, um cientista ou algum personagem importante na história; mas de uma "mulher de bandido". Karla, ou em português, Paixão Assassina (até do nome em português eu gostei) conta a história, através de depoimentos da mesma, desde do primeiro momento em que conheceu Paul Bernardo, que segundo ela, foi amor a primeira vista. E assim a história se desenvolve, ele a espancava e passava dias fora de casa vendendo drogas, e ela ficava esperando por ele. Ela sabia de seus crimes e de seus estupros, e não fazia nada. Sua irmã mais nova inclusive foi vítima de um, a qual, Karla, iludida por Paul, foi cúmplice. Assim, além do motivo paixão, Paul ameaçou entrega-la também, caso ela o abandonasse e o denunciasse; afinal Paul também a amava, da sua maneira, mas amava.
Paul pegou prisão perpétua, sem direito a condicional. E Karla conseguiu negociar sua pena para 12 anos, e teve sua condicional negada.
Esse filme me chamou atenção pelo diferencial, ao mostrar a vida de um estuprador sem conter nenhuma cena de nudez ou de sexo explícito. Além de mostrar o que o amor pode fazer com a vida de uma pessoa, caso seja seguido de maneira cega. É interessante ressaltar que ao anunciar a sentença de Karla, houve bastante revolta por parte da sociedade por acreditar que sua pena era muito leve, visto que acreditavam que ela era tanto culpada quanto Paul. E no filme, ela é tratada como uma vítima ingênua e iludida por Paul, que apenas queria ser feliz ao seu lado.
Logo, recomendo este filme a todos que desejam ver até onde pode ir o amor. Assim poderão tirar suas conclusões se Karla foi cúmplice ou vítima. Amor sem limites leva a uma vida sem limites, e com maiores consequências.

6 Comentários:

Fabio Ramos disse...

Não assisti, mas pela história que você contou aqui, o filme é bem polêmico. Na maioria das vezes não conseguimos enxergar o outro lado da vida de uma pessoa que vai contra os padrões de uma sociedade, e isso é muito interessante como observação... Mas a lei é para todos né?!
Não sei se por meio dessa história podemos exemplificar o sentido do que é amor, mas com certeza, é uma baita doação ao outro!
Abraços!!!

Meiou Setsuna disse...

gostei do seu blog moço ^^=
se quiser visita o meu :)
http://luzdeabajur.blogspot.com/

Wesley disse...

bom blog tenho estado por fora de filmes ultimamente e bom ter comentarios assim fica mais facil conhecer algo novo

olha o meu la abraco
http://inconsciente-pessoal.blogspot.com/

Marcela disse...

Gostei muito, vou até procura-lo aqui! =]

Pontes disse...

Já vi um documentário sobre esse casal. História meio doentia, mas que é um "thriller" bacana para contar no cinema.

Boa dica, pretendo assistir.


http://espaguetevoador.blogspot.com/

Rafael disse...

interessante o amor dela, mas isso ja chegou a ser burrice, pois ela foi cumplice de crimes e com traições com ela msm
acessa aí http://www.leontextos.blogspot.com

Postar um comentário

Pelo menos leia o texto e evite escrever merda!
Eu não me importo que coloque o link de seu blog, só não aceito que se resuma a isso!

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails